Espirro reverso (Respiração Paroxística Inspiratória)


O Espirro reverso (Respiração Paroxística Inspiratória) é um problema muito comum de acontecer com nossos cachorros, porém muitos donos acreditam que eles estejam engasgados ou tendo algum ataque asmático. Para os donos, os poucos segundos de um episódio podem parecer eternos.
Apesar de poder acontecer em todas as raças de todos os tamanhos, os eventos acontecem mais em raças de porte pequeno.O nome desse fenômeno observado em cães, principalmente em braquicefálicos (braquicefálicos são os cães que possuem o focinho achatado), é respiração paroxística inspiratória ou também comumente conhecido como espirro reverso, já que de fato parece que o cão está querendo segurar o espirro. Em um espirro normal, o ar é empurrado para fora do nariz. Em um espirro reverso, o ar é puxado rapidamente para dentro do nariz, fazendo um som caraterístico.
Quando acontece dos cães terem espirro reverso, a maioria volta a respirar normalmente depois dos episódios. Pode ocorrer diversas vezes na vida de um cachorro e geralmente acontece aleatoriamente.
Espirros reversos são causados por um espasmo na garganta e no palato mole. Pode ser causado por uma irritação na área da garganta, faringe ou na laringe. Isso pode ser de excitação, puxões na coleira, alergias (pólen, cheiros fortes), infecções respiratórias, gotejamento pós-nasal, ou para alguns cães, as mudanças bruscas de temperatura.

 Há razão para se preocupar?

Segundo o Dr. Hiebert para o VetStreet, o espirro reverso é como uma tosse ou um espirro. O espirro reverso serve para liberar o que quer que esteja irritando, como um objeto estranho. Quando acontece de forma ocasional, é perfeitamente normal.
Pode acontecer em cachorros desde a mais tenra idade e se estender até a maioridade. Em outros, o cachorro começa a apresentar eventos depois de adulto e de fato se torna algo crônico. Se a frequência e severidade aumentarem, vindo acompanhados de um estranho corrimento nasal, leve o seu cachorro ao veterinário. Só ele poderá descartar disgnósticos como um corpo estranho no trato respiratório, câncer nasal, pólipos ou tumores , ácaros nasais, colapso na traqueia ou uma infecção respiratória.
Em todos os casos, é imprescindível que você converse com o médico veterinário sobre os eventos para que ele possa julgar a condição física do cão e, se necessário, passar exames para averiguar mais afundo as causas.
Como esses eventos ocorrem de maneira aleatória, é provável que durante a consulta o cachorro não apresente nenhum sintoma. Por isso, se possível, grave um evento para que o seu veterinário possa ver como são os episódios de espirro reverso.

Sintomas
Quando o cão está tendo um episódio de espirro reverso, ele:

❤      Fica parado
Estica o pescoço
Cotovelos afastados
Olhos arregalados
Movimentos rápidos inspiratórios com a boca fechada
Sons vindo das passagens nasais
Tosse

O que fazer na hora de um espirro reverso?

Uma massagem de leve na área da garganta
Assoprar delicadamente no nariz do cão
Encorajá-lo a beber água
Cheque se as gengivas e língua do cão estão na cor normal
Mantenha a calma – É comum que durante os episódios, os cães fiquem estressados. Porém, muitos ficam ainda mais estressados em consequência da reação dos donos.





fonte: http://tudosobrecachorros.com.br/

0 Comentários:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

MON AMOUR MEGAN Kennel - Especializado em Shih-Tzu