Blog Fora do Ar


Olá Pessoal, 

Alguns devem ter notado que o blog ficou fora do ar por alguns dias, peço desculpas! Mas estamos de volta!

Como encerrei a criação faz um bom tempo, agora o que eu pretendo fazer é postar fotos dos meus filhos de 4 patas, alguma novidade, novas dicas, notícias interessantes, mas tudo sobre cães, independente se for de raça ou não...

Se alguém tiver alguma dúvida, se eu puder ajudar eu ajudo! sendo sobre shihtzu ou outra raça. Posso ajudar com a experiência que tive com eles, cuidados, criação, banho, etc... Não sou veterinária então minha ajuda é limitada.

Vocês podem entrar em contato pelo whatsapp: 48 8816-4102 ou pelo meu facebook, pq o e-mail já não abro, está inativo.

Então, como agora está chegando as festas de fim de ano, eu tenho um post bem legal para os patudos!

Sobre fogos de artifícios.... essa porcaria que inventaram...

Os nossos filhos ficam alucinados, fogem de casa, pulam janela, tremem, babam...uma judiaria total!!! Eu sei pq alguns dos meus, eu fico abraçada até passar, .... eu sofro vendo eles assim....


Eu já tentei colocar algodão dentro do ouvido mas nunca resolveu.... até aparecer esta dica:

OBS: Não sei se vai funcionar com os meus, mas com certeza eu vou testar! 

************************************** 

Quem tem animal de estimação sabe como é estressante para eles lidar com os barulhos feitos por explosivos, como os fogos de artificio, situações que os expõem a altos níveis de ruídos – dá um aperto no coração vê-los em pânico.

Para amenizar o sofrimento do seu filho peludo, encontramos uma técnica – muito simples – chamada Tellington Touch. 

Esse método se baseia na informação de que animais que possuem esse tipo de pavor também têm grande sensibilidade nas regiões traseiras, patas e orelhas.

Sendo assim, consiste em atar seu cão com um pano para que a circulação sanguínea das regiões extremas do corpo seja estimulada, amenizando as tensões localizadas no dorso do animal e diminuindo sua irritabilidade. Veja:




Amarre seu cachorro de forma que a faixa englobe peito e dorso (formando um oito), finalize dando um nó na região traseira, mas certifique-se que não esteja exatamente sobre a coluna.

Por que funciona?

O ato de “amarrar” seu cachorro reverbera no sistema nervoso dele, que recebe a informação sensitiva, envia ao cérebro e o deixa mais calmo, visto que essa pequena pressão ativa seu sistema nervoso autônomo.

Conforme o corpo sente a pressão das faixas, sua psique e tronco entram em harmonia, fazendo com que o pet sinta-se mais seguro e possa enfrentar momentos que lhe causavam medo e pavor.

De acordo com Helena Truksa, bióloga com foco em psicologia e especializada em comportamento animal na Ethos Animal, a técnica funciona, mas não pode ser considerada como a salvação. Pois há a questão do nível da fobia que o cão possui e isso varia de acordo com cada pet.

Contudo, ela complementa dizendo que “os cães sentem-se mais seguros em locais pequenos e apertados, e as faixas e camisetas desenvolvidas com essa finalidade, simulam esta sensação.”

Quem criou?

Segundo uma publicação no site The Ann Arbor News, a técnica ‘Tellington Touch’ foi desenvolvida por Linda Tellington-Jones, que inicialmente aplicava esse método em cavalos. No entanto, hoje o procedimento é utilizado no mundo todo para amenizar também as fobias e traumas em outros animais, como os cães.



Pela internet é possível encontrar produtos específicos, como tecidos e camisetas caninas anti-estresse. Mas “isso não quer dizer que o cachorro vai ficar tranquilo […] apenas vai ter menos medo da situação”, ressalta Truska. 

E lembre-se: pegue leve na hora de apertar a faixa.




Mon Amour Megan