Hérnia Umbilical - Shih Tzu

Sobre a hérnia umbilical: Algumas pessoas me ligam e mandam e-mail perguntando sobre uma "bolinha na barriga" , nada mais é que a hérnia Umbilical. Bom, a hérnia pode ser genético ou adquirida.

A hérnia adquirida é o seguinte : é mais comum na raça shih tzu por ser um cão "prognata!" ou seja: hipertrofia da mandíbula para a frente, provocando o desencaixe da arcada superior com a inferior.

Então quando a cadela tem seus filhotinho, na hora do nascimento ela deve cortar o cordão umbilical do filhote, e tende a "rasgar" demais o cordão, muito perto da barriga do BB, que acaba ficando pra fora, isso por causa da arcada dos shih tzus.

Por isso sempre optamos por nós mesmo cortar o cordão umbilical dando 1cm de distância da barriguinha para que não ocorra o corte rente a barriga.

Isso é perfeitamente normal....é comum acontecer e não há problemas do cão ter uma vida menos saudável por causa disso.
Geralmente fica uma bolinha pequena, que por fim ainda pode desaparecer até os 6 meses de idade, ou não , mas sendo pequena não há necessidade de cirurgia , a não ser que a pessoa se incomode, acha feio, e queira tirar, é só uma questão de estética.

Agora, eu falo, quando é muito grande, muito pra fora, que tem , digamos uns 3cm pra fora, já é grandinho, é a opção é cirurgia, pois pode atrapalhar.

Mas a dúvida mais comum é sobre a fêmea se pode ou não ter filhotes....Olha, muita gente acha mesmo que não pode engravidar , pode passar para os filhotes e pode "estourar" quando a barriga ficar grande.....Mas isso só quando a hérnia é gigante que pode dar problema.
E também existem canis que simplismente rejeitam o filhote da ninhada por ficar com hérnia ( que absurdo ) , sacrificam, doam , vendem mais barato, só por serem mal informados ( eu chamo isso de ignorância ) Pq isso não é nada demais!!! Isso pra mim não é criador, é um cachorreiro que não entende nada de criação e só quer vender os cachorros....


OBS: Minha matriz Megan teve quando nasceu e desapareceu com 4 meses de idade e não teve problema nenhum ao ser mamãe!

Cães com hérnias genéticas: ( que nascem com a hérnia ) não devem ser reproduzidos, pois podem transmitir esse problema potencialmente fatal aos descendentes. Isso eu já não sei como que vai saber quando comprar um cachorro....acho que só depende do dono do canil avisar.

Aqui no canil, caso haja algum problema desse tipo, a cadela por acidente ( pq não deixamos ) tentar cortar o cordão e surgir a hérnia, o nosso canil, tem contrato de compra e venda e também nos responsabilizamos e cobrimos ,caso precise fazer a cirurgia no filhote.

Mas antes de fazer uma cirurgia " á toa " converse com seu veterinário de confiança.
Ver se realmente tem necessidade.

Carolina & Wagner

Companhia Aérea Para Animais!




Olha só que notícia legal! Pena que ainda não tem aqui e nem sabemos se vem ou não para o Brasil! Esperamos que Sim !!!!
Já está sendo utilizado, desde julho nos EUA.
Mas só agora que estou postando aqui!

Companhia aérea para cães e gatos iniciou as atividades em julho nos EUA .
Publicidade da France Presse, em Nova York.

A crise de ansiedade causada pelos animais que precisam viajar no compartimento de bagagens dos aviões acabou --pelo menos nos Estados Unidos, onde, a partir de julho, uma nova companhia aérea oferece vôos confortáveis para os bichinhos de estimação.
O primeiro vôo da Pet Airways decolou em 14 de julho de Teterboro, um pequeno aeroporto privado situado a 16 km de Nova York, com destino a Washington, Chicago, Denver e Los Angeles.

A passagem custa US$ 149 (R$ 312). "Tivemos essa ideia depois de ver o sofrimento durante a viagem do Zoe, nosso jack russell terrier" explica Alysa Binder, co-fundadora da companhia em 2005 junto ao marido Dan Wiesel.

A Pet Airways, cujo objetivo autoproclamado é "oferecer uma solução segura e confortável para o transporte aéreo de animais domésticos", inaugurou seus serviços com um Beechcraft 1900 da empresa charter Suburban Air totalmente transformado.
Previsto para 19 passageiros humanos, o avião poderá transportar 50 cachorros e gatos porque os assentos foram substituídos por três níveis de prateleiras onde foram colocadas "gaiolas" especialmente fabricadas para o avião.

O sistema é simples: o animal é deixado numa sala especial do aeroporto por apenas duas horas antes da decolagem, informa a Pet Airways.
A empresa se encarrega do bichinho e um assistente cuida de sua alimentação e higiene pessoal até o embarque.
Os cuidados com os detalhes continuam a bordo, onde o assistente faz uma ronda a cada 15 minutos para ver se tudo está bem. Depois da aterrissagem, os animais dão uma voltinha para fazer as necessidades básicas e depois são entregues a seus donos na sala de desembarque. Caso o dono não possa buscar seu bichinho, ele pode pernoitar no canil da empresa.
Segundo estudos realizados nos Estados Unidos, onde existe um verdadeiro culto aos animais de estimação, cerca de 76 milhões de cães de gatos viajam por ano, dos quais 2 milhões em avião, onde somente os animais bem pequenos são admitidos para ficar com o dono na cabine de passageiros.

"Os transportes aéreos para animais, por exemplo, especializados em cavalos existem há tempos, mas esta empresa é diferente e contratou um transportador especializado", afirma Elizabeth Cory, porta-voz da Aviação Federal (FAA).
"Todas as autorizações necessárias foram obtidas e, para nós, o principal é o respeito ao peso máximo e à restrição do movimento no interior da cabine, por evidentes razões de segurança".
Reservada no momento a cães e gatos, a Pet Airways estuda possibilidade de transportar aves e, inclusive, animais mais exóticos.


Lembrando que Despachamos para todo o Brasil pela TAM , sendo o filhotinho com 3 meses no mínimo....e se descobrirmos que a viagem é muito longa, optamos por não enviar.

Mon Amour Megan