Troca de Dentes


A persistência da dentição decídua, ou simplesmente os dentes-de-leite que não caem, é bastante comum em cães, principalmente nos de pequeno porte, e pouco freqüentes em gatos.
A causa disso ainda não está bem elucidada, mas acredita-se que alterações genéticas possam estar envolvidas no processo.


Não existe uma regra rígida de até que idade os dentes-de-leite devem permanecer na boca. Antigamente muitos diziam que até por volta de um ano de idade era o normal o paciente ainda ter os dentes-de-leite; mas sabemos hoje que isto está equivocado.

A troca da dentição decídua pela permanente ocorre normalmente entre os 5° e 7° meses de vida do animal, e nesse período, os dentes-de-leite devem cair. Mas o ideal é se basear na seguinte informação: os dentes-de-leite não devem permanecer na boca concomitantemente aos permanentes, ou seja, quando o dente permanente começar a erupcionar (nascer), o de leite respectivo já deveria ter caído.

Não podem estar na boca ao mesmo tempo o dente-de-leite e o correspondente permanente.Quando essa situação acontece, o correto é realizar a extração dos dentes-de-leite que não caíram. Por várias causas; uma delas é que a presença dos dois dentes ao mesmo tempo na boca, favorece a deposição de placa bacteriana entre os mesmo, dificulta a higienização, e predispõe a instalação da doença periodontal local. Isto pode levar à perda dos dois dentes (o de leite e o permanente) se o problema não for corrigido a tempo.

A persistência dos dentes-de-leite podem acarretar ainda alguns distúrbios ortodônticos; uma vez que a dentição decídua não caiu, os dentes permanentes podem se posicionar em lugar errado na boca, levando a problemas na oclusão, inclusive com graves conseqüências em alguns casos (traumas em tecidos moles e no palato).

Portanto, se você perceber que a dentição de leite ainda não caiu, e os dentes permanentes já estão erupcionando, consulte um médico veterinário especializado. Desta forma, você estará prevenindo futuras complicações para seu animal, mantendo-o sempre saudável.

Como Tirar Nós do Shih Tzu

Bom...
Vou fazer este post pois teve muitas pessoas me ligaram aqui em casa me pedindo uma ajuda de como tirar os nós do shih tzu que parecem impossíveis de serem tirados!

E não é falta de escovação, pois mesmo que você escove todo santo dia, tem sempre um nó, eles mesmo formam brincando sozinho ou se tiver outro cãozinho em casa, com certeza vai ajudar a formar bastante.


Se tiver alguém para ajudar , melhor! Um segura e o outro tira.


Vai precisar de um tempo e muita paciência, mesmo porque o cão vai precisar de um intervalo! Não adianta pega e ficar horas direto tentando, pois uma hora o cão cansa e não vai deixa você tirar de jeito nenhum! tira um pouco, e dá um intervalinho e pega ele denovo. Se possível corte "doguitos" aquele bifinho, em pedacinhos bem pequenininho e vai dando quando ele se comportar bem, ele vai adorar!


Tem que ser tudo tirado antes do banho, pois no banho o nó aumenta.

O que você precisa ter?

  1. Escova de pinos
  2. Rasqueadeira
  3. Pente de ferro
  4. Pente fino ( aquele usado no salão de beleza).
  5. Desembolador
  6. Spray desenbolador de nós da petsociety( ajuda bastante)
  7. Secador
  8. Mesa qualquer.
  9. Calma e Paciência.

Antes de mais nada você precisa saber que o cão não tem paciência, e quase sempre não fica na posição que a gente quer... as minhas sempre ficam só de um lado, para conseguir virar elas do outro lado é bem dificil.

Coloca o cão na mesa e começa a escovar normal, procurando os nós.

Quando avistar o nó coloque o spray ( tape o nó todo com o spray) e com os dedos vai abrindo o nó, demora mas vale a pena.

Quando abrir, liga o secador emcima do nó,( não muito quente e não muito perto também) e vai passando a rasqueadeira, pois o spray ativa com o calor do secador. ( só não passe na barriga e genitália)

Se você ver que não está adiantando, vai passando o desembolador ( só se for um nó grande) dependendo do nó, aqueles nós que ficam rente a pele, tome cuidado e só tire com os dedos e só depois tente o pente fino.


Use aqueles prendedores de salão de beleza para separar o pêlo dos nós.

Se você achar que o nó está muito grande use o desembolador e dependendo do local, cuidado se você pretende levá-lo as exposições para não arrancar muito pêlo, mas fora isso você pode usar normal. Mas se o nó for pequeno, use os pentes e a rasqueadeira, você vai vendo a sua necessidade....


Geralmente os nós se formam nas patinhas e bundinha.

O segredo é abrir bem os nós com os dedos pois isso simplifica muito o nó.

As vezes parece impossível de tirar e dá até um desespero....mas no fim vai sair.


Se mesmo assim, não sair, leve ele no chuveiro ( ou onde você dá banho) e dê um banho de creme nele, como se fosse tomar banho....lava com shampoo e depois coloca bastante condicionador nele, e vai tentando tirar no chuveiro mesmo com os dedos o que você puder. Depois enxagua, e seque o cão normalmente e faça o processo anterior para ver se melhora.


Na petshop eles até tiram os nós, só que eles arrancam mesmo, com desembolador direto porque eles não tem tempo e nem podem perder tempo. Ai o pêlo acaba ficando muito ralo.


Ou quem não tem essa disponibilidade de tempo, como eu sempre falo, tose-o com a tosinha filhote, mas não na máquina e sim na tesoura!


Tente usar sempre um shampoo e condicionador de boa qualidade e que seja para cães!
Abraços
Carolina.

Como Tirar o Odor e o Mau cheiro De Xixi Dentro de Casa


Uma regra básica para ensinar nossos cachorrinhos a fazerem xixi e cocô no lugar certo é, sem dúvida, deixar a casa toda sem vestígios de urina e de fezes, a não ser por um pouquinho de cheiro no local onde queremos que os malandrinhos usem como banheiro.

O olfato de nossos peludos é tão sensível que mesmo que tenhamos passado horas tentando limpar a casa corretamente, se deixarmos um lugarzinho de fora da faxina eles vão encontrar e vão voltar lá para fazer mais um xixi.

Tapetes estampados, cortinas, e sofás de cores escuras são armadilhas naturais para esconder os xixis antigos, mas outras superfícies menos óbvias também podem guardar restinhos de xixi e de cocô que a gente nem imagina. Esta matéria foi feita pela Ana Maria Braga em seu programa (Mais Vc) com Claudia Pizzolato, dona de uma loja com produtos para animais de estimação.

Vi essa entrevista no ( Mais VC) e achei interessante essa lanterna que localiza vestígios de xixi .....

Os seus cachorros são bem educados ou eles ficam zangados e fazem pirraça quando você não faz o que eles querem?É, tem muito cachorro que faz pirraça, faz xixi em lugares proibidos, tudo para provocar o dono. A Rosana Esteves mandou um e-mail para o programa porque ela não sabe mais o que fazer para impedir que o cachorro faça as necessidades pela casa toda... Entre os pedidos que a gente recebe este é o que mais aparece: como tirar cheiro de cachorro de dentro de casa ! E é o cheiro de xixi que mais marcaEntão eu pedi para que alguém que estivesse muito habituada a tratar desse problema que viesse aqui para dar umas dicas: A novidade que ela traz é uma lanterna que "enxerga", ou melhor, "acusa" os vestígios que ficam após a limpeza, e que deixam aquele cheirinho... E o cachorro vai lá e faz de novo no mesmo lugar. Vimos também alguns produtos específicos para limpar xixi e cocô de cachorro. A dica caseira, que é usar água, sabão e vinagre, ajuda a diminuir o odor mas só vai fazer efeito se usar muitas, muitas vezes. Pode se usar água sanitária também. A dificuldade é que esses produtos não quebram a molécula que serve de referência para o olfato dos animais. E se ele sente o cheiro você já sabe: ele faz de novo... Quem tem chão de tábua corrida nem imagina que as frestas entre uma tábua e outra podem esconder um quantidade enorme de "material" indesejado. O mesmo acontece para quem tem chão de piso frio, do tipo cerâmica, onde os restinhos de xixi acabam penetrando no rejunte. Pedra mármore e granito também são muito porosos e podem reter restinhos de xixis. Rodapés também são uma armadilha.

A lanterna (Pee Pointer - Localizador de Manchas)





Descrição: Muitas vezes um cachorro faz xixi e cocô no lugar errado porque uma fonte de odor invisível para os donos é uma referência para ele. Como o olfato do cachorro é muito apurado, ele consegue sentir o cheiro de um xixi antigo (dele ou de outro cachorro) e deixa o seu pois o cheiro é um atrativo para ele. Como ali já está marcado com xixi ele acha que é o local certo para fazer as suas necessidades, ou então o faz para marcar território.
A lanterna localiza facilmente estas fontes de odor invisíveis como urina, fezes e vômito, e as torna visíveis para você. Com ela o trabalho de treinamento de higiene do seu cão ficará muito mais fácil. O grande segredo para ter sucesso neste treinamento é você incentivar o cachorro a acertar o lugar de fazer xixi e cocô, e para isto é preciso que a casa fique livre dos cheirinhos dos erros anteriores.
O seu formato compacto, leve e sem fio a torna ideal para inspecionar as áreas menos acessíveis onde seu cachorro fez as suas necessidades indevidamente. Como o olfato do cachorro é muito apurado, ele tende a voltar a estes lugares já que o “cheiro dele” está presente. Com a Pee Pointer você localiza as manchas, aplica o produto necessário para eliminar os odores para o cachorro (Enzimac) e o repelente, caso seja necessário.
Emite uma luz ultra violeta que reage de forma diferenciada quando encontra certos tipos de substâncias. Como usar: vá até a área que você quer examinar durante a noite e apague todas as luzes. Para funcionar corretamente é preciso que esteja bem escuro, passe a lanterna a uns 5 centímetros de distância do local que está sendo investigado. Se houver qualquer mancha oculta, o local vai brilhar, delimitando exatamente onde precisa ser limpo. A Pee Pointer também pode ser usada para os encontrar vermes nas fezes do seu cachorro, achar cacos de vidro e manchas de sangue.

Produtos para limpeza
Eliminador de odores Enzimac

Um produto especialmente formulado para eliminar odores de urina e fezes que só os cães conseguem sentir, com enzimas que destroem completamente as moléculas que causam este odor. Não é um mero desinfetante.

Eliminador de odores Smell Less

Totalmente seguro para animais e pessoas, inclusive crianças, o Smell Less possui microorganismos encontrados comumente no solo que se alimentam da urina dos animais. Basta diluir na proporção indicada e aplicar no local. Em poucos minutos todo o cheiro do xixi desaparece, sem precisar usar sabão, creolina, ou desinfetante. Pode ser usado em qualquer tipo de piso, em caixa de areia de gatos, canil, gaiolas de hamsters, coelhos, pássaros, etc.

Odor - Out

Remove odores e manchas recentes de cães e gatos. É um produto ecologicamente correto, totalmente natural, sem química. Pode ser usado no local onde o animal de estimação fez as necessidades onde até mesmo onde ele costuma ficar.
PS: Tb tem o Herbalvet que nós usamos aqui em casa para limpar tudo, na verdade ele desinfeta tudo, pois é usado por veterinários no consultório. Passo pano no chão com esse produto , ele é bem forte e você precisa dilui-lo pois é muito concentrado, na própria embalagem já vem a quantidade de diluição. Dura bastante tempo, é muito bom, está funcionando.
PS: A lanterna eu encontrei na bitcão pra vender o preço é R$48,00 reias.
*****************

Curiosidades


Sobre a saúde


¤ O cordão umbilical de um cãozinho recém-nascido cai por volta do 3º dia de vida.
¤ A cor da íris em todo recém-nascido é cinza azulada, mudando para a coloração adulta por volta do 2º mês.
¤ A freqüência dos batimentos cardíacos em um recém-nascido é superior a 200 batimentos por minuto, enquanto que a freqüência respiratória gira em torno de 15 a 35 movimentos por minuto.
¤ A temperatura corpórea de um recém-nascido é de aproximadamente 35,5ºC, chegando na temperatura normal de um cão adulto no primeiro mês de vida (37,5~38ºC).
¤ Um cãozinho possui 28 dentes de leite e um cão adulto 42 dentes permanentes, sendo a erupção um pouco mais precoce em fêmeas, de raças de porte grande e nascidas no verão.
¤ Quando um filhote ingere satisfatoriamente o colostro nas primeiras 24 horas de vida, seu nível de anticorpos circulantes no sangue é muito próximo ao da mãe.
¤ Um cãozinho de 3 dias ingere aproximadamente 20% de seu peso corpóreo em leite materno por dia, enquanto que um filhote de 3 semanas ingere em torno de 40%.
¤ O leite de cadela possui mais proteínas, gorduras e calorias que o leite de vaca. Em contrapartida, o leite de vaca possui mais carboidratos e é isso que provoca diarréia em cãezinhos alimentados com esse leite, e não a gordura como pensa a maioria.
¤ Um cãozinho bebe diariamente aproximadamente 50ml de água por kilo de peso, sendo que a água corresponde por cerca de 80% do peso corpóreo em um recém-nascido, e aproximadamente 65% em um cão adulto.
¤ Um filhote pode perder quase toda sua gordura corpórea, metade de sua musculatura e ainda assim sobreviver, desde que esteja bem hidratado. Mas em casos de desidratação severa (acima de 10% de seu peso corpóreo) o risco de vida altíssimo, mesmo que o filhote esteja em seu peso normal.
¤ O corte de cauda (caudectomia) e a excisão dos primeiros dígitos, quando necessários, devem ser realizados antes que o cãozinho complete uma semana de idade.
¤ A idade ideal para se realizar o corte de orelhas (conchotomia) em um filhote, gira em torno do 4º mês de vida, variando de acordo com o porte e a raça.


Sobre o Desenvolvimento


¤ Cãezinhos sadios alimentados adequadamente pela mãe, dobram seu peso de nascimento por volta do 10º dia de vida.
¤ Os olhos e as orelhas de um cãozinho abrem-se aproximadamenta na 2ª semana de vida.
¤ As erupções dos dentes de leite iniciam-se na 3ª semana de vida e terminam por volta de 2 meses.
¤ O sistema imunológico de um cãozinho começa a produz anticorpos e células de defesa a partir da 4ª semana de vida.
¤ Os testículos de um cãozinho migram para o saco escrotal até o 2º mês de vida.
¤ Filhotes de raças miniatura crescem aproximadamente até o 5º mês de vida, enquanto que nas raças gigantes eles podem crescer até um ano e meio.
¤ Um cãozinho recém-nascido rasteja relativamente bem, sustenta seu próprio corpo por volta da 3ª semana, anda com facilidade por volta da 4ª semana e consegue correr a partir da 5ª semana de idade.
¤ Os três primeiros meses são os mais importantes na vida de um cão, e quanto mais experiências ele acumular convivendo com seres humanos, outros animais e explorando o ambiente onde vive, mais desenvolvido será o seu cérebro.
¤ A audição, a visão e o olfato estão bem desenvolvidos por volta da 6ª semana de vida, sendo os sentidos mais utilizados durante a fase explorativa de um cãozinho.
¤ A audição de um cãozinho é em média quatro vezes mais sensível que a humana, além de captar sons com uma maior amplitude de freqüência.
¤ A visão de um cãozinho é mais sensível e percebe movimentações bem melhor que nós. Em contrapartida, eles enxergam com menos nitidez, menos foco e com uma variação de cores limitada.
¤ O olfato é o sentido mais apurado e desenvolvido de um cãozinho. Ele consegue identificar e diferenciar muitos odores que nós sequer sentimos. Possuem aproximadamente 40 vezes mais células odoríferas (que detectam o cheiro) que nós.


Sobre o Comportamento


¤ Os filhotes ficam bem juntinhos da mãe e/ou “embolados” entre si nas 3 primeiras semanas de vida para se manterem aquecidos e seguros.
¤ Cãezinhos com até 3 semanas de idade necessitam da estimulação materna para defecar e urinar. A cadela lambe os genitais de cada um várias vezes ao dia, ingerindo tudo para esconder “provas” da existência de filhotes indefesos.
¤ É comum a cadela regurgitar toda a ração instintivamente, a fim de oferecer um novo tipo de alimento (semi-sólido) à sua ninhada durante a fase de desmame.
¤ Os cãezinhos brincam muito entre si e mais intensamente a partir da 5ª semana, desenvolvendo rapidamente suas habilidades físicas e mentais e aprendendo a trabalhar em equipe, sempre respeitando a mãe como líder da matilha.
¤ O filhote começa a explorar efetivamente o ambiente onde vive a partir da 6ª semana, quando se encontra relativamente bem desenvolvido (coordenação motora, equilíbrio, reflexos, sentidos apurados) e ao mesmo tempo confiante.
¤ Quando um cãozinho “encara” outro ficando ambos imóveis, aquele que mantém o contato visual direto por mais tempo estabelece uma demonstração de dominância.
¤ Um filhote ao montar em outro, não apresenta intenção sexual. É apenas uma demonstração de autoridade, assim como colocar uma pata no ombro, morder o focinho ou manter a cabeça na nuca de outro cão.
¤ Um cãozinho dominante prefere guardar e esconder seus brinquedos após as brincadeiras, enquanto um filhote submisso deixa-os largados no ambiente.
¤ Um cãozinho que lambe o rosto de outro cão, de um gato, ou mesmo de uma pessoa, demonstra claramente submissão.
¤ Quando um filhote defeca, ele elimina junto com as fezes uma secreção das glândulas anais, que serve para identificá-lo e marcar seu território. A urina, a saliva, a cera do ouvido e suor de seus coxins (almofadinhas) também auxiliam nessa marcação.
¤ Um cãozinho demonstra prazer e alegria quando deita e rola no chão, esfregando delicadamente seu rosto e suas costas.
¤ Filhotes adoram morder e destruir nossos pertences (chinelos, sapatos, meias, roupas), pois preferem se divertir com objetos e materiais com cheiros familiares.
¤ Todo cãozinho adora brincar e perseguir tudo que se move (brinquedos, bicicletas, animais, etc.) pelo instinto de caça que possui em maior ou menor grau.
¤ É muito freqüente filhotes morderem e destruírem objetos da casa quando ficam muito tempo sozinhos. Isso ocorre por solidão, tristeza, ansiedade, e não por vingança.
¤ Cãezinhos estragam jardins, canteiros e vasos em busca de alimentos, para preparar uma cama macia e descansar ou simplesmente por pura diversão.
Fonte: Pediatria Animal.

Sinais de Saúde



Temos que ficar sempre atentos a qualquer mudança na aparência dos nossos filhotinhos,coisas simples do dia a dia, mesmo que seja pequena, pois pode se tornar algo mais grave.


  • Orelhas devem estar: Pele interna lisa, delgada, levemente rosada, sem odor, secreção e crostas.Senão Possível problema: Infecção, Ácaros.

  • Olhos devem estar: Claros, brihantes, sem irritação, secreção ou vermelhidão.Senão possível problemas:Ulcera de córnea.

  • Gengivas deve estar: Mucosa lisa, levemente rosada, sem odor, secreção e sangramento.
    Região Anal deve estar: Limpa, seca, sem fezes ou secreções grudadas nos genitais.

  • Pêlo deve estar: Brilhante, macio, homogêneo e forte.Senão possível problema: Alergias.

  • Pele deve estar: Lisa, deslgada. levemente rosada, sem oleosidade e descamação.Possível problema: Alergias, parasitas.

  • Patas, unhas e almofadas devem estar:Limpa, seca, sem odor, secreção e crostas.

    Temperatura do corpo: 37,5 a 39ºC.
    Frequência Cardíaca: 70 a 120 batimentos por minuto.
    Frequência Respiratória: 10 a 30 movimentos respiratórios por minuto.
    Condição Corpórea: Ossatura e musculatura simétricas, rígidas e bem desenvolvidas.

.::A Linguagem Canina::.

Pesquisando na internet sobre shih tzus ( pra variar) e cães em geral, acabei achando um site que falava de linguagem canina de uma forma bem legal e achei útil colocar aqui, até pra mim mesmo e claro pra quem visita o nosso site.



.::IMPORTÂNCIA ::.
O relacionamento com seu cãozinho será harmonioso, se a comunicação entre vocês for muito clara desde os primeiros contatos.
Compreender e corresponder aos seus sentimentos através da vocalização, gestos, expressões faciais, posturas corporais e ações corretas, são fundamentais para que ele aprenda todos os seus direitos e deveres desde pequeno. Dessa maneira todas as tarefas rotineiras, os cuidados durante o processo educativo, as brincadeiras, as aulas de adestramento e as punições aplicadas corretamente (quando necessárias), serão interpretadas, entendidas e memorizadas em um curto espaço de tempo.
Parece muito simples ... mas não é! É necessário muita convivência, observação, paciência, persistência, e principalmente sensibilidade para saber exatamente o que se passa na cabeça do filhote nas mais diversas situações.

.::VOCALIZAÇÕES ::.

Significados possíveis dessas vocalizações:

LATIR – cumprimento, pedido, aviso, irritação, insatisfação.
ROSNAR – ameaça, irritação, agressividade.
GEMER – manha, tristeza, dor, desconforto.
CHORAR – tristeza, dor, medo, insatisfação, alegria.
GANIR – medo, dor, desconforto.
UIVAR – tristeza, medo, solidão.

.::POSTURAS ::.

Significado mais provável dessas posturas:

CAUDA ABANANDO PARA O ALTO - receptividade, alegria, simpatia.
CAUDA ABANANDO PARA BAIXO - submissão, apreensão, insegurança.
CAUDA ESCONDIDA ENTRE AS PATAS - medo, submissão, desconfiança.
ORELHAS EM PÉ - atenção, alerta, perigo.
ORELHAS VOLTADAS PARA TRÁS - medo, insegurança, submissão.
PÊLOS ERIÇADOS, LÁBIOS RETRAÍDOS E DENTES A MOSTRA - ameaça, irritação,
agressividade.
BOCA ABERTA COM A LÍNGUA PARA FORA - contente, excitado, cansado.
CABEÇA BAIXA - dor, medo, desconfiança, tristeza.
CABEÇA INCLINADA PARA O LADO - atenção, alerta, concentração.
DEITAR-SE DE BARRIGA PARA CIMA - submissão, docilidade, amizade, confiança.

.::SENTIMENTOS ::.

Como um cãozinho demonstra esses sentimentos:

ALEGRIA – movimenta-se rápido correndo de um lado para outro, próximo a você. Apresenta uma feição eufórica com a boca aberta, língua para fora e abanando a cauda levantada rapidamente. Busca contato físico esfregando o rosto e o corpo em você, podendo saltar em sua direção para lamber e/ou mordiscar, latindo e choramingando ao mesmo tempo. Em casos extremos urina de euforia.

MEDO – afasta-se de local em que você se encontra, andando com o corpo todo trêmulo, com feição de pavor, cabeça baixa, sem coragem de olhar nos seus olhos e o rabo entre as patas. Procura um lugar seguro, onde possa se “entocar”, ficando fora do seu alcance. Em casos extremos urina de medo.


TIMIDEZ – movimenta-se com cautela, andando de cabeça baixa e com a cauda abanando para baixo, aproximando e afastando várias vezes do local onde você se encontra, demonstrando ao mesmo tempo medo e vontade de interagir com você. Permanece a uma distância segura, com feição de desconfiança: cabeça de lado, orelhas em pé e olhos fixos atentos em você.


MÁGOA – ignora seus chamados, apresentando feição de desprezo e evita olhar nos seus olhos. Não demonstra interesse por nenhuma brincadeira, procurando se refugiar em ambientes com pouco movimento e se possível, longe de você.


FAZ UM PEDIDO – olha alternadamente para a pessoa e o objeto e/ou local que almeja, cutucando suas patas no objeto e/ou caminhando em direção ao local desejado. Late, choraminga, lambe, mordisca e busca contato físico esfregando o rosto e o corpo em você para chamar atenção.


PEDE PARA BRINCAR – traz o brinquedo e joga na sua frente, agacha a parte da frente do corpo, fica olhando para o brinquedo e para você. Late, choraminga, lambe, mordisca e busca contato físico esfregando o rosto e o corpo em você para chamar atenção.

Fonte: pediatria canina

Mon Amour Megan