♥ Escovação Dos Dentes ♥


Os dentes dos gatos e dos cachorros têm muito mais semelhanças com a dentição humana do que se imagina. Assim como seus donos, os bichos de estimação desenvolvem placa bacteriana, que, se não removida, pode virar tártaro, provocar inflamação nas gengivas e até levar à perda dos dentes. Já as cáries são mais difíceis de aparecer.

As bactérias que vivem na boca dos animais e provocam esses males também são responsáveis pelo bafo de onça de alguns cães e gatos. A saída para evitar o incômodo e livrar o bicho do sofrimento de uma dor de dente está na prevenção, como oferecer uma ração de consistência mais dura.

“Esse tipo de alimento entra em atrito com os dentes, promovendo a limpeza”, esclarece a veterinária Ivana Carvalho, da Pet Society. Animais que têm o hábito de roer ossinhos de couro também têm a boca mais limpinha.

“Para prevenir, o ideal é que o dono também escove os dentes do animal todos os dias ou, pelo menos, três vezes por semana com movimentos suaves. Gatos são mais difíceis de lidar que cachorros, mas, se eles forem acostumados desde filhotes, fica muito mais fácil”, orienta a veterinária Ana Regina Torro, da Faculdade de Ciências de São Paulo (Facis).

Sabor Carne

Mas, alto lá! Antes de pegar a primeira escova e creme dental que aparecer pela frente, é preciso ter cuidado com o que vai usar. “Como gato e cachorro não cospem, eles devem usar um produto apropriado, que não contém flúor”, alerta Ivana. Os cremes dentais para pets são tão especiais que vêm com sabores para agradar a bicharada, como carne, salsicha,chocolate...

De acordo com Ivana, se o dono usar a pasta comum, aquela com flúor, o produto pode causar irritação gástrica e provocar náusea e vômitos no animal. Também há escovas especiais, com cerdas mais duras, e até mesmo dedeiras, que facilitam o trabalho do dono.

Escovar os dentes não é a atividade mais divertida para fazer com o bicho de estimação. Mas o esforço compensa a longo prazo, pois, quando ao tártaro está instalado, é necessária a intervenção do veterinário porque a simples escovação não remove o tártaro.

Nessa fase, só um procedimento drástico resolve o problema, pois o bichano vai precisar de anestesia geral. “O dono leva o animal pela manhã e vai buscá-lo no fim do dia. A raspagem dos dentes dura em média duas horas e, se for necessário, ainda arrancamos algum dente ruim”, descreve a veterinária Ana Regina Torro.

Optar pela ajuda do veterinário pode ser mais fácil, mas sai salgada. O preço médio para deixar os dentes do pet reluzentes é de R$ 200, variando de acordo com o porte do animal e a quantidade de tártaro.
Fonte: Petmail

2 Comentários:

  1. Olá Carol!! amo o seu blog, voc~es estao de super parabéns!!
    estou com uma duvida..no caso da escovação, poderia ser feita com pasta para criança, tandy por exemplo?

    desde já, obrigada!

    ResponderExcluir
  2. Olha, eu acredito que não, pq o problema de escovação é o cao engolir a pasta neh....acho que deve ser especifica para caes.

    ResponderExcluir

Mon Amour Megan